Cuidados acerca de relacionamentos: Precauções Vs. Medos!

Meus amados, graça e paz! Hoje volto a vocês para falar um pouco mais sobre relacionamentos. Eu tenho vivido e aprendido com o Senhor, espero que através desses textos e estudos, eu posso estar orientando conforme o que o Espírito Santo for me falando, nessa nossa maravilhosa jornada até o altar…rs!

“Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, pois, prudentes como as serpentes, mas simples como as pombas.” Mateus 10:16

Como já havia dito antes, se estamos solteiros cuidaremos das coisas do Senhor, mas também devemos tomar certos cuidados para lidarmos com nossos irmãos.

 Vejo muita ingenuidade em algumas moças e rapazes na igreja. Eles se conhecem, se tornam amigos, mas muitas vezes a amizade se torna muito aberta. Não vejo nenhum mal na amizade entre homem e mulher, mas quando isso acontece, principalmente, quando os dois são da mesma idade e há uma atração física em pelo menos uma das partes é preciso ter mais prudência.

 Cuidado com certos tipos de brincadeiras, o tocar excessivamente, fazer comentários como, por exemplo: “caso a gente não encontre ninguém a gente se casa”, ou, “se a gente tivesse filhos, como eles seriam?” entre outros, podem estar despertando o interesse no seu irmão (a).  Lembre-se que ele (a) é apenas seu irmão (a) em Cristo e não de sangue.

Fique atento aos olhares e aos sinais antes mesmo de si tornar amigo de alguém. Prestando mais atenção em pequenos detalhes é possível perceber, se alguém está interessado romanticamente ou é apenas amizade.  Eu sempre fui muito quieta e observadora, então assim fica mais fácil perceber tais sinais, porém isso é algo que acredito, todo jovem cristão deve buscar ter, pelo menos um pouco. Isso pode evitar futuras confusões ou que você mesmo (a) fique sofrendo de amor platônico, na famosa “frienzone”…rs.

 Já ouvi conselhos de que, um grande amor surge de uma grande amizade, e eu acredito nisso, porém, particularmente, prefiro que esse tipo de amizade já esteja, declaradamente “colorida” por ambas as partes. Lembre-se do que a palavra de Deus nos adverte em 1 Tessalonicenses 4: 6,Neste assunto, ninguém prejudique seu irmão nem dele se aproveite. O Senhor castigará todas essas práticas, como já dissemos e asseguramos.” Tome precauções  para que você não entre em uma “amizade colorida” que não é recíproca. Você pode acabar ferindo a si mesmo (a) e ao seu irmão (a) e terminar com o que realmente poderia ser uma bela amizade, e/ou um possível relacionamento para toda a vida.

Outro cuidado que devemos tomar (as moças), é o grau de liberdade que estamos dando aos rapazes. Dessa vez me refiro a conversas que já vi e ouvi, das moças com os rapazes, assuntos íntimos demais e totalmente desnecessários, diálogos que só devemos ter com outras moças.

 Meninas, tudo bem vocês serem amigas, mas lembre-se também, que é uma princesa de Jesus, procure seguir o que a palavra nos diz a respeito de como uma mulher virtuosa deve si portar.  “Sejamos mulheres de espirito calmo e delicado”. (1 Pedro 3:4).

Medos:

Assunto que vejo estar tomando conta do coração de muitos jovens na igreja. Medo, insegurança, cautela excessiva, medo de ser machucado, em todas essas coisas, voltemos à luz da palavra.

“Pois Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio.” (2 Timóteo 1: 7)

Eu já vi rapazes interessados em moças e vise versa, a qual, por insegurança eles nunca chegaram para conversar e conhecer, já vi oportunidades perdidas por medo de errar e se decepcionar. Já vi casais orando e jejuando, mas nunca assumindo o namoro por supostamente não terem “a confirmação”, ou por seguirem demais “as regras.”

Meus queridos, infelizmente ainda não inventaram um túnel do tempo mágico, que permite que você veja seu futuro com tal pessoa, alias, felizmente isso não existe porque deixaria muitos jovens dependentes disso. Acredito que relacionamentos são simples, é preciso que vocês tenham o mesmo Deus, propósitos e atração. As coisas começam a si complicar mesmo é quando você entra em um relacionamento, pois é obvio você terá que lidar com as diferenças e isso irá provocar mudanças, tanto em você quanto na outra pessoa, mudanças essas, extremamente necessárias para viver bem em um relacionamento.

Agora imagina você, já esta complicando tanto as coisas e dando tantas voltas, antes de tomar coragem para dar o primeiro passo, ou assumir de vez esse relacionamento, como você irá lidar com certas situações quando finalmente entrar nele?

Se você já orou, se esse é o tempo do Senhor pra sua vida, já buscou orientação dos pais e pastores e eles o abençoaram, sou eu que agora lhe digo, siga em frente e pare de adiar a sua própria felicidade…rs.

Espero de alguma forma ter ti abençoado mais uma vez. Abraço apertado, ti vejo no altar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s